Pesquisar

Caminhão da Solidariedade entrega mais de 27 toneladas de alimentos às famílias do Sertão Baiano


Caminhão da Solidariedade entrega mais de 27 toneladas de alimentos às famílias do Sertão Baiano

Campanha arrecadou doações para beneficiar famílias de Juazeiro, Sobradinho, Curaçá, Uauá, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus e Ipirá

Mais de 24,3 milhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza no sertão, segundo dados do IBGE do ano de 2020. Com o intuito de amenizar esse cenário, a Legião da Boa Vontade (LBV) mobilizou seus doadores e parceiros para beneficiar famílias em situação de insegurança alimentar que vivem no sertão baiano e que ainda sofrem os impactos da pandemia da COVID-19, que afetou a geração de renda, potencializando alguns problemas da região.

Mais de 27 toneladas de alimentos foram arrecadadas, além de kits de limpeza, higiene e máscaras de proteção facial para mais de 1500 famílias sertanejas. O Roteiro Solidário passou por Juazeiro, Curaçá, Sobradinho e Uauá, percorrendo mais de 1400km, com cerca de 20 horas na estrada, para levar um pouco de esperança aos sertanejos. Vale destacar que nesta região, muitos habitantes moram em casas de taipa e alvenaria, com outras famílias, e dependem da agricultura e da pesca para sobreviver. Nessa época do ano, com as chuvas ainda mais escassas, a reserva de água é insuficiente para esses pequenos agricultores plantarem, e o pouco que plantam, não arriscam vender.

Por isso, ações como essa, são necessárias para dar um pouco mais de tranquilidade à essas famílias. Dona Maria de Lourdes de Jesus, do povoado de Marruá, em Juazeiro, recebeu os benefícios emocionada, porque só tinha o feijão, que estava no fogo, e a água, que o filho pediu nas casas, pois já não tinham o que comer. “Se não fosse a ajuda das pessoas, a gente já tinha morrido”.

Além de receber o essencial em gênero alimentício, de limpeza e higiene, as famílias também foram surpreendidas com intervenções artísticas de artistas do município, a exemplo da dupla de sanfoneiros, do projeto Usina de Vagalumes, do Clube de Mães, entidade parceira da LBV, que acompanham as famílias dos povoados de Uauá e o artista Eldes Zambai, de Sobradinho, que tocou flauta doce e declamou poesias dedicadas a cada povoado. Zambai contou sobre o que motiva a participar de projetos sociais como esse: “Às vezes eu estou quebrado por dentro, chega um aluno meu pra baixo, triste, mas quando eu faço ele rir, eu também começo a rir”, afirmou Zambai.

Vale destacar que algumas comunidades sertanejas, estão protegidas geograficamente pelo “efeito ilha”, o que facilita o controle das medidas de isolamento social necessárias para a prevenção do vírus. Mesmo assim, a equipe da LBV que levou as doações estava protegida com equipamentos de segurança, visando também proteger as famílias.

Campanha Diga Sim, da LBV, contou com a Solidariedade dos baianos e fez a diferença na vida de quem mais precisa. Para isso, contou também com o apoio de Instituições parceiras, como o Clube de Mães de Uauá e o Centro Espírita João Moreira Rêgo, de Juazeiro e os CRAS – Centro de Referência de Assistência Social dos municípios que fazem o acompanhamento desses povoados em Sobradinho, Curaçá, Juazeiro e Uauá.

As doações também chegaram na Aldeia Altamira Atikum Bahia, em Curaçá, beneficiando 50 famílias da comunidade indígena que vivem em situação de extrema pobreza, com 5 até 15 pessoas morando na mesma casa, sem energia, sem saneamento básico, sobrevivendo do que conseguem plantar e pescar, como destacou a Cacique Dejanira Jovelina. “A gente sustenta porque tem o rio, a gente pega o peixe, faz o caldo do peixe e bebe o caldo do peixe pra se sustentar. Tem o pé de manga, a gente tira a manga, faz até a manga cozinhada pra comer, porque tem que sustentar nossas crianças, pra não deixar os curumins [as crianças] morrer”, desabafou a Cacique.

Por isso, a Solidariedade não pode parar e até o final de agosto, a LBV vai percorrer mais 433km para minimizar a dor de famílias em situação de vulnerabilidade social que vivem também na Zona Rural de Ipirá, de Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus. Colabore você também!

SAIBA COMO AJUDAR:  Acesse www.lbv.org.br e seleciona a opção que desejar e, de coração, doe qualquer valor. Se preferir, faça uma transferência bancária pelo PIX oficial da LBV: pix@lbv.org.br. Confira essas e outras ações realizadas pela LBV no endereço @lbvbrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube

Postar um comentário

0 Comentários