Pesquisar

Bolsa Família: após reformulação, programa vai pagar R$ 284

Bolsa Família: após reformulação, programa vai pagar R$ 284

Na edição deste domingo (20) do jornal o Globo, o colunista Lauro Jardim afirmou que, após a reformulação prometida pelo governo, o Bolsa Família será de R$ 284 . Segundo ele, o presidente da República, Jair Bolsonaro , busca alavancar a popularidade para as eleições de 2022, e, para isso, utilizará o programa. 

Atualmente, o benefício é pago para 14,7 milhões de pessoas, mas a equipe econômica planeja ampliar os depósitos para 17 milhões de pessoas . Para isso, reduziria a faixa de renda necessária para estar apto ao recebimento do cartão. 

Segundo Jardim, Bolsonaro virá a público “nos próximos dias” e pessoalmente anunciará a medida. Além disso, trocará o nome do programa, que deve se tornar “renda Brasil”. 

Bolsa Família

De acordo com informações do Governo Federal, esse modelo de Bolsa Família está chegando ao fim. É que ele deve passar por uma reformulação nos próximos meses. Isso significa dizer portanto que essas pessoas estão recebendo os últimos pagamentos do programa.

É que até o nome do projeto deve mudar. Além disso, o valor médio dos pagamentos deve passar por uma alteração também. Hoje, de acordo com o Ministério, essa média de repasses é de R$ 190. No novo programa, esse valor deve passar para a casa dos R$ 300.

E as mudanças não param por aí. É que além disso, o novo Bolsa Família deverá abarcar mais gente do que o cenário atual. Hoje, o Brasil tem cerca de 14,7 milhões de beneficiários do projeto. Na nova versão, esse número deve ganhar a adição de mais alguns milhões. Não se sabe, no entanto, quantos seriam.

Quando começa?

O Governo Federal ainda está decidindo os últimos detalhes desta nova versão do Bolsa Família. E um desses pontos que ainda precisam de uma decisão é a data de estreia do programa. Isso tudo vai depender portanto do tamanho da prorrogação do Auxílio Emergencial.

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, o projeto atual deveria terminar no próximo mês de julho. No entanto, ele vai passar por uma prorrogação de dois ou três meses. O Bolsa Família novo deve começar assim que o programa emergencial terminar.

Quem deve tomar essa decisão é o Presidente Jair Bolsonaro. Ele vai participar de uma série de reuniões com o Ministro da Cidadania, João Roma para discutir esse o e outros pontos. O Governo, no entanto, ainda não deu mais detalhes sobre esse projeto.

Postar um comentário

0 Comentários