Pesquisar

Supercamera" do Perseverance já fez primeiras análises em alta qualidade

Supercamera" do Perseverance já fez primeiras análises em alta qualidade

"Supercamera" do Perseverance já fez primeiras análises em alta qualidade
Por Wyllian Torres | 11 de Março de 2021 às 14h00

Desde que o rover Perseverance pousou em solo marciano, a equipe responsável pela missão vem realizando verificações de saúde em todos os sistemas. Até o momento, já tivemos acesso aos áudios capturados pela SuperCam e, agora, ela revela a capacidade de seu sensor infravermelho e seu espectrômetro — peças fundamentais para a análise de amostras do solo.

A SuperCam apresenta um sensor de luz visível e infravermelho (VISIR) e um espectrômetro chamado Raman. O VISIR é responsável por coletar a luz do Sol para, então, estudar o conteúdo mineral em rochas e sedimentos. Este é um processo complementar ao trabalho do Raman, o qual lança um laser verde para excitar (ou aquecer) as ligações químicas e, a partir dessa luz refletida, ele é capaz de fornecer informações quanto à composição do material observado.

Alta capacidade de zoom da SuperCam revela detalhes na rocha "Máaz", que significa "Marte" em Navajo (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

Segundo o diretor de pesquisas do Instituto de Mineralogia, Física de Materiais e Cosmoquímica (IMPMC), em Paris, essa é a primeira vez que um instrumento usa a espectroscopia Raman em qualquer lugar que não seja na Terra. Raman diz: “a espectroscopia Raman vai desempenhar um papel crucial na caracterização de minerais para obter uma visão mais profunda das condições geológicas sob as quais eles se formaram e para detectar potenciais moléculas orgânicas e minerais que podem ter sido formadas por organismos vivos”.

A importância de uma boa análise desse material é poder estudar a geologia de Marte e ajudar cientistas a definirem quais amostras serão separadas para serem enviadas à Terra em futuras missões. Naomi Murdoch, pesquisadora do Instituto Superior de Aeronáutica e Espaço, na França, e membro da equipe responsável pela câmera, diz: “a SuperCam realmente dá aos olhos do rover olhos capazes para ver nos mostrar rochas promissoras e ouvidos para ouvir o que soa quando os lasers os atingem“.

Paleta responsável pelo calibre da SuperCam (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

A missão de recuperação das amostras, fruto de parceria entre a NASA e a Agência Espacial Europeia (ESA), chama Mars Sample Return (MSR) e tem previsão de lançamento em 2026. Seu principal objetivo é trazer para nosso planeta as amostras coletadas, selecionadas e armazenadas pelo Perseverance. Para Murdoch, este será um dos feitos mais ambiciosos realizado pela humanidade.

Fonte: NASA

Postar um comentário

0 Comentários