Pesquisar

Preço do gás de cozinha passa de R$ 100 e gera reclamações

Preço do gás de cozinha passa de R$ 100 e gera reclamações

Da Redação, com Jornal da Band

Com o novo aumento anunciado esta semana, o botijão de gás de cozinha já é vendido por mais de R$ 100, o que gera reclamações dos consumidores.

O Paulo César sai para vender em média 60 bolos de pote por dia, mas o novo aumento no preço do botijão tirou todo o lucro do negócio

  • Vazamento de gás quase termina em tragédia

“Não posso embutir o preço do gás na minha mercadoria porque senão eu não consigo vender. Há uma desigualdade mto grande hoje devido às coisas estarem muito caras”, lamentou. 

Em algumas regiões de São Paulo, o valor do botijão de 13 quilos já chega a R$ 100. “Acho um absurdo. A gente trabalha bastante, ganha pouco e não dá pra sobreviver”, reclamou a diarista Noemi da Cruz.

A promessa do governo de zerar os impostos federais cobrados sobre o gás de cozinha representaria uma redução média de R$ 2,18. Mas não há garantia ao consumidor de que o produto fique mais barato.

Uma revendedora em São Paulo que chega a vender entre 10 e 15 botijões por dia cobrava R$ 90 no fim de janeiro, mas, com o novo reajuste, o preço já está 5 reais mais caro.

A alta também atingiu outros estados brasileiros. No Paraná, por exemplo, um botijão de 13 quilos chega a custar R$ 105. 

Postar um comentário

0 Comentários